CBR

 

05

abril

2012

Prefeitura de São Paulo modifica cobrança da Taxa de Resíduos

A Prefeitura de São Paulo através de sua Secretaria Municipal de Finanças divulgou no último dia 30 de março sua posição sobre a Taxa de Resíduos Sólidos de Saúde (TRSS), enviada indevidamente aos médicos.

Conforme comunicado oficial, a Prefeitura reconheceu o equívoco, apesar continuar a não atender completamente à reivindicação dos médicos representados pelo Conselho Regional de Medicina de São Paulo (Cremesp) e pela Associação Paulista de Medicina (APM), que solicitaram o cancelamento automático e imediato da cobrança de todos os médicos, sem burocracia.

Infelizmente a necessidade de declaração de não gerador de resíduo, a ser preenchida pelo médico a partir de 2 de abril, no site da Secretaria Municipal de Finanças, criou uma formalidade para aqueles que já foram penalizados pelo recebimento indevido do boleto.

No sentido de reduzir os transtornos causados, o Cremesp e a APM solicitam a todos os médicos que comuniquem eventuais dificuldades no cancelamento da taxa e na exclusão do profissional da base de contribuintes da TRSS.

Mais informações podem ser obtidas através do site da Secretaria Municipal de Finanças, onde tmbém é possível preencher o aplicativo on line da declaração de não gerador de resíduos.

Noticias Aleatórias