CBR

 

01

outubro

2012

10 de outubro: dê um basta aos abusos dos planos de saúde

Entre os dias 10 e 25 de outubro, os médicos de todo o país participarão de um protesto nacional contra os abusos cometidos pelas operadoras de planos e seguros de saúde. A organização do movimento está sendo coordenada pelas entidades regionais, com o apoio institucional do Conselho Federal de Medicina (CFM), Associação Médica Brasileira (AMB) e Federação Nacional dos Médicos (Fenam). A especialidade de Radiologia tem o apoio do Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem.

Para marcar o início do protesto em nível nacional, no dia 10 de outubro, os profissionais realizarão atos públicos (passeatas, assembleias, caminhadas, concentrações, etc.) em seus respectivos Estados. A partir de então, a categoria pode suspender consultas e outros procedimentos por meio de guias dos planos de saúde – portanto, sem cobrança adicional –, de acordo com deliberação das assembleias coordenadas pelas Comissões Estaduais de Honorários Médicos.

Os pacientes serão previamente informados da suspensão do atendimento pelos convênios, podendo ter suas consultas e procedimentos eletivos reagendados. Os casos de urgência e emergência não serão prejudicados. As autoridades do setor também serão notificadas sobre o movimento.

Conheça as reivindicações

Reajuste dos honorários de consultas e outros procedimentos, tendo como referência a CBHPM.

Inserção, nos contratos, de critério de reajuste, com índices definidos e periodicidade, através de negociação coletiva.

Inserção, nos contratos, de critério de descredenciamento.

Resposta da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), por meio de normativa, à proposta de contratualização, encaminhada pelas entidades médicas.

Fim da intervenção antiética na autonomia da relação médico-paciente

Fonte: Boletim Consu – Especial (Outubro)

Noticias Aleatórias