CBR

 

22

janeiro

2013

Associação Gaúcha de Radiologia manifesta opinião contra PL 3.661

A Associação Gaúcha de Radiologia (AGR) manifesta preocupação quanto ao Projeto de Lei nº 3.661 de 2012, apresentado inicialmente pelo senador Paulo Paim (PT/RS). A proposta prevê que médicos radiologistas, fundamentalmente capacitados para interpretar e realizar exames de ultrassonografia, percam o direito de fazê-lo, transferindo esta responsabilidade aos técnicos em radiologia. De acordo com a entidade, os pacientes serão os principais prejudicados.

“Trata-se de uma ameaça à saúde das pessoas. Entendemos que este projeto merece ser melhor discutido em diversos aspectos, a fim de evitar que doenças possam ser diagnosticadas indevidamente”, considera o presidente da Associação Gaúcha de Radiologia, Ildo Betineli.

De acordo com o Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem (CBR), o que o Projeto de Lei propõe deixa clara a falta de estudo sobre o grau de informações exigidas ao profissional para realizar e interpretar um exame de imagem deste tipo.

Tramitando em caráter conclusivo na Câmara dos Deputados, o PL 3.661/2012 aguarda parecer da Comissão de Seguridade Social e Família (CSSF). Após passar pela CSSF, ainda será analisado pelas comissões de Trabalho de Administração e Serviço Público (CTAS) e de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC).

 

Fonte: Associação Gaúcha de Radiologia (AGR)

Noticias Aleatórias