CBR

 

25

março

2010

Obama assina Lei histórica na reforma da Saúde

O presidente dos EUA, Barack Obama, assinou na
última terça-feira, dia 23 de março de 2010, a Lei da reforma da saúde no país,
depois de um ano de batalha política para aprová-la no Congresso.

“Hoje, depois de quase um século de
tentativas, depois de mais de um ano de debate, depois de todos os votos que
cabalamos, a reforma do seguro de saúde se torna lei nos Estados Unidos”,
disse Obama em uma cerimônia com parlamentares do Partido Democrata na Casa
Branca.

De acordo com o presidente, a Lei tem o objetivo de
estender o seguro de saúde a 32 milhões de americanos, o que significa “o
início de uma nova era nos EUA”.


Oposição

Minutos após Obama sancionar a nova Lei, os
governos de 13 Estados dos EUA, liderados pela Flórida, entraram com uma ação
na Justiça para contestar a decisão. O processo argumenta que a reforma viola
os direitos e a soberania dos Estados, garantidos pela Constituição dos Estados
Unidos.

A ação diz ainda que a Lei – que amplia o plano de
saúde do governo para os pobres, impõe novos impostos sobre os ricos e requer
que seguradoras cubram pessoas com doenças pré-existentes – viola a cláusula
comercial da Constituição ao exigir que quase todos os norte-americanos possuam
um seguro de saúde.

A Casa Branca afirmou que o processo não
será bem-sucedido.

FONTE: G1

Noticias Aleatórias