CBR

 

12

fevereiro

2010

Campanha SOS Haiti

A Associação Médica Brasileira (AMB) realizará nos dias 11 e 12 de março de 2010, com o auxílio da indústria, das Sociedades de Especialidade e de outras instituições de saúde, o deslocamento de 16 profissionais de saúde (um cirurgião vascular, um técnico de Radiologia, seis ortopedistas, quatro anestesiologistas e quatro enfermeiros), equipamento, instrumental, material médico-hospitalar e medicamentos para o Haiti.
 
Na primeira semana após o terremoto que destruiu Porto Príncipe, médicos brasileiros da organização Expedicionários da Saúde, parceiros da AMB, estabeleceram-se no sul daquele país, em Les Cayes, e organizaram um serviço médico nas áreas de ortopedia e anestesiologia no hospital canadense Institut Brenda Stratfford.
 
A estrutura física da instituição não foi afetada pela catástrofe, por isso foi possível aparelhar duas salas de operação, montar um centro esterilização e duas enfermarias, totalizando 40 leitos. Hoje o programa cirúrgico diário chega a 12 intervenções, incluindo as de grande porte. Até a presente data foram realizadas 88 cirurgias. 
 
Desde o dia 14 de janeiro de 2010 a AMB tem alistado médicos dispostos a atender a população haitiana. Cerca de 1000 especialistas voluntariaram-se. Após três semanas de muito trabalho, a missão da AMB substituirá a equipe de médicos enviada pela ONG para dar continuidade ao projeto.
 
“A AMB mantém relações próximas com a Associação Médica do Haiti, o que certamente contribuirá para ampliar o escopo da atuação para outras especialidades”, disse o Dr. José Luiz Gomes do Amaral, presidente da Associação Médica Brasileira.

FONTE: Imprensa da AMB

Noticias Aleatórias