CBR

 

28

janeiro

2011

Setor de equipamentos médicos cresce em 2010

Estudo realizado pela Associação Brasileira de Importadores de Equipamentos, Produtos e Suprimentos Médico-Hospitalares (Abimed) revela que de janeiro a outubro de 2010 a produção industrial do setor de materiais e equipamentos para Medicina e Diagnóstico cresceu 18% em relação a 2009.

O principal destaque fica por conta do crescimento do número de contratações de profissionais nas atividades comerciais e industriais do setor. De acordo com o Ministério do Trabalho, de janeiro a novembro de 2010, foram gerados 7.635 novos postos de trabalho. Atualmente, o setor emprega mais de 108 mil pessoas.

Entre os fatores que contribuíram para o resultado positivo, Reynaldo Goto, diretor da Abimed, destaca a ascensão das classes D e E para a classe C e as demandas em relação à saúde no Brasil, que exigem cada vez mais soluções direcionadas para a detecção e tratamento precoce.

A atividade econômica no setor também apresentou um desempenho expressivo. De acordo com o estudo, as empresas tiveram um aumento de 12% nas vendas de janeiro a outubro de 2010 e houve um crescimento de 21% nas importações de materiais e equipamentos.

“A valorização do Real em relação a outras moedas internacionais traz algumas vantagens, como a possibilidade de modernização do parque de equipamentos médicos com produtos mais modernos que, por sua vez, exigem profissionais cada vez mais especializados”, afirma Goto.

FONTE: Abimed

Noticias Aleatórias