CBR

 

17

março

2011

Conselhos de Medicina debatem terceirização da saúde pública

Os participantes do I Encontro Nacional dos Conselhos de Medicina de 2011 (ENCM 2011), realizado entre 16 e 18 de março, em Goiânia (GO), defenderam o posicionamento oficial dos Conselhos de Medicina sobre a terceirização dos serviços públicos de saúde. No evento, os 200 representantes do Conselho Federal de Medicina (CFM) e de Conselhos Regionais de Medicina (CRMs) concordaram sobre a necessidade dessas entidades se posicionarem sobre o assunto, inclusive para a orientação da classe médica.

Alguns dos presentes acreditam que a terceirização, desde que feita com ética e responsabilidade, é um caminho para melhorar a gestão e o funcionamento da rede pública de saúde, que enfrenta uma grave crise na maioria dos Estados. Para outros, essa transferência na responsabilidade pelo gerenciamento das unidades de saúde abre as portas para a proliferação de problemas, como a desvalorização do trabalho médico.

Todos os presentes concordam que qualquer proposta de mudança na gestão dos serviços de saúde deve levar em conta aspectos como o financiamento do setor, a qualidade do atendimento à população, o respeito ao trabalho médico e as peculiaridades de cada região.

Foi formada uma comissão para elaborar proposta de posicionamento dos Conselhos de Medicina, cujo texto será submetido à avaliação do plenário do I Encontro posteriormente.

Noticias Aleatórias