CBR

 

21

março

2011

Governo institui exame para revalidar diploma de Medicina obtido no exterior

Os Ministérios da Saúde e da Educação estabeleceram em 18 de março o Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos expedidos por universidades estrangeiras, o Revalida. Assim, profissionais que se formaram fora do Brasil deverão prestar exame para exercer a Medicina no país.

Conforme publicado na portaria nº 278 do Diário Oficial da União, o objetivo do exame é “verificar a aquisição de conhecimentos, habilidades e competências requeridas para o exercício profissional adequado aos princípios e necessidades do Sistema Único de Saúde (SUS), em nível equivalente ao exigido dos médicos formados no Brasil”.

O exame será aplicado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) em conjunto com universidades públicas e será composto de uma prova teórica e outra prática. A data da prova ainda não foi divulgada.

O Revalida é uma luta antiga das entidades médicas. Em 2010 um exame foi aplicado para 628 candidatos, como projeto piloto, e apenas dois foram aprovados.

De acordo com Dr. Cid Carvalhaes, presidente da Federação Nacional dos Médicos (Fenam), a portaria atende às reivindicações da entidade. O presidente espera apenas que o Governo cumpra o acordo firmado de instituir nos segmentos de avaliação a representação das entidades médicas.

FONTE: Fenam

Noticias Aleatórias