CBR

 

21

março

2011

Paralisação de 7 de abril recebe apoio de entidades da classe hospitalar

O Dia Nacional de Paralisação do Atendimento aos Planos de Saúde, movimento organizado pelas entidades médicas nacionais que acontecerá em 7 de abril, conta com dois importantes aliados: o Sindicato dos Hospitais, Clínicas e Laboratórios do Estado de São Paulo (SINDHOSP) e a Federação dos Hospitais, Clínicas e Laboratórios do Estado de São Paulo (FEHOESP).

“Os problemas que os médicos vivenciam são os mesmos dos estabelecimentos de serviços de saúde. Estamos há anos sem reajuste, temos problemas com autorização de procedimentos, internações e glosas. Por isso, temos que somar forças para reverter esse quadro, que se arrasta há anos”, afirma Dante Montagnana, presidente do SINDHOSP.

Como forma de colaborar com o movimento, a FEHOESP enviará comunicado aos seus cinco sindicatos filiados solicitando que mobilizem seus associados em prol da paralisação.

Já o SINDHOSP, que tem mais de 30 mil empresas prestadoras de serviços em seu cadastro, encaminhará ofício a todas com o objetivo de conscientizá-las sobre a importância do movimento. A assessoria de imprensa e os veículos de comunicação da entidade também serão utilizados na divulgação da paralisação.

FONTE: AMB

Noticias Aleatórias