CBR

 

25

agosto

2010

Residentes pedem reunião com o governo

A Associação Nacional dos Médicos Residentes (ANMR)
protocolou no último dia 23 de agosto, em Brasília (DF), pedido de reunião com
os ministérios da Educação (MEC) e da Saúde. Para facilitar o contato com o
governo, a entidade também instalou o comitê de Coordenação Nacional da Greve.

A greve atinge 90% dos mais de 22 mil residentes
que fazem formação em 25 estados (Tocantins não tem programas de residência) e
Distrito Federal. Nesta quarta, dia 25, a Comissão Nacional de Greve da ANMR,
que reúne representantes estaduais, terão reunião em Brasília para avaliar a
mobilização.

O presidente da associação nacional, Dr. Nívio
Lemos Moreira Jr., tem forte expectativa por uma nova rodada de negociação que
sinalize proposta de reajuste que crie condições reais para o fim da
paralisação. A categoria reivindica correção de 38,7% na bolsa-auxílio, hoje em
R$ 1.916,45, congelada desde 2007. O governo ofereceu até agora 20% de reajuste,
recusado na largada da paralisação.

A greve tem apoio do Conselho Federal de Medicina
(CFM), da Federação Nacional dos Médicos (Fenam) e da Associação Médica
Brasileira (AMB). A ANMR mantém o e-mail denuncia@anmr.org para os residentes relatarem
irregularidades. Os casos serão encaminhados aos órgãos competentes.

Nesta quinta-feira, dia 26 de agosto, haverá Dia de
Doação de Sangue pela Saúde Pública, como parte do calendário de mobilização da
categoria.

FONTE: ANMR

Noticias Aleatórias