CBR

 

13

maio

2011

CFM e CRMs declaram luto pela saúde

O Conselho Federal de Medicina (CFM) e os Conselhos Regionais de Medicina (CRMs) manifestaram publicamente seu repúdio à decisão da Secretaria de Direito Econômico (SDE). Eles se declararam, através de seus sites oficiais, em “Luto pela Saúde”.

A decisão da Secretaria de Direito Econômico (SDE) impede os médicos, por meio de suas entidades representativas nacionais (AMB, CFM e Fenam) de promover qualquer movimento de paralisação coletiva de atendimentos aos beneficiários de planos de saúde por tempo indeterminado ou descredenciamento em massa.

A medida também proíbe as entidades de divulgar valores de consultas, portes e Unidades de Custo Operacionais, ou quaisquer indexações que reflitam nos valores pagos pelas operadoras aos médicos.

A página do site do Conselho Federal de Medicina (CFM) que concentrava informações sobre a relação entre médicos e operadoras de planos de saúde, foi retirada do ar por determinação da SDE. A decisão foi publicada na edição do Diário Oficial da União de 09/05/11, na seção 1, página 21.

Confira no site do CFM a Nota de Esclarecimento à Sociedade publicada.

Noticias Aleatórias