CBR

 

18

julho

2011

SP: Definido cronograma de paralisação para 6 operadoras de planos de saúde

As associações que representam os médicos em São Paulo, que decidiram no último dia 30 paralisar o atendimento a parte dos planos de saúde, definiram no último dia 14 o cronograma de paralisação, que começa em setembro. As que sofrerão com as paralisações são: Gama Saúde, Green Line, Intermédica, ABET (da Telefônica), Companhia de Engenharia de Tráfego e Notredame.

Inicialmente dez planos seriam afetados, mas quatro deles – Porto Seguro, da Caixa Econômica Federal, Cassi (Banco do Brasil) e Embratel – passaram a negociar com as entidades de classe e o atendimento a eles não será mais interrompido.

A paralisação, por tempo indeterminado, afetará apenas uma especialidade médica por vez. Por exemplo: em uma semana, clínicos gerais deixarão de atender por três dias esses convênios. Na seguinte, é a vez dos oftalmologistas, e assim por diante.

Pelo cronograma de paralisação definido, ginecologia e obstetrícia devem parar entre 1º e 3 de setembro, otorrinolaringologia entre 8 e 10 de setembro, pediatria entre 14 e 16 de setembro, pneumologia entre 21 e 23 de setembro e cirurgia plástica entre 28 e 30 de setembro.

Os anestesiologistas também vão parar acompanhando as áreas que estiverem no rodízio. Por exemplo: vão interromper os procedimentos ligados à ginecologia na primeira semana, os ligados a otorrinolaringologia na segunda semana, e assim por diante. As urgências e emergências não serão afetadas.

Fonte: Folha de S. Paulo, por Talita Bedinelli

Noticias Aleatórias