CBR

 

19

agosto

2011

Médicos suspenderão atendimento a planos de saúde em setembro

No dia 21 de setembro acontece o Dia Nacional de Suspensão do Atendimento aos Planos de Saúde. O ato foi definido em plenária nacional realizada em Brasília, no dia 4 de agosto, com a participação de conselhos de medicina, sindicatos, associações e sociedades de especialidades.

Trata-se de uma suspensão de 24 horas dirigida apenas às empresas de saúde suplementar que não demonstraram interesse em negociar com as entidades médicas ou não apresentaram propostas razoáveis de reajuste de honorários. 
 
Desde o movimento do dia 7 de abril, as comissões de honorários e as entidades têm chamado os planos para negociar e convocaram assembleias, sendo que vários estados já colheram os primeiros resultados positivos a partir da pauta nacional: o reajuste das consultas e dos honorários, tendo como balizador a CBHPM; a regularização dos contratos com critérios e periodicidade de reajuste anual; e o fim das interferências dos planos de saúde na autonomia do médico.

De acordo com os representantes da categoria médica, o dia 21 de setembro será a oportunidade de expor à sociedade e aos médicos as respostas das operadoras e a situação da saúde suplementar.

As entidades devem definir a primeira lista com os nomes das operadoras que terão o atendimento suspenso nos estados e encaminhar para a Comissão Nacional de Saúde Suplementar (Comsu) até dia 1º de setembro a relação dos planos de saúde que serão alvo da suspensão. O e-mail é o . A Comsu também aguarda os informes atualizados sobre as negociações que tiveram êxito.

 Fonte: CFM e Fenam

Noticias Aleatórias