CBR

 

22

setembro

2011

Bahia: suspenso atendimento a planos de saúde por uma semana

Os médicos baianos suspenderão o atendimento eletivo aos usuários de dez planos de saúde no estado até o próximo dia 27/09. A paralização iniciou no dia 21/09, junto com o movimento nacional pelo reajuste dos honorários médicos e pela autonomia profissional.

O protesto atinge as operadoras: Cassi, Petrobras, Geap, Amil, Hapvida, Medial, Intermedica/Norclinicas, Life Empresarial, Promedica e Golden Cross. Os 10 planos mencionados foram escolhidos porque não negociam com a Comissão Estadual de Honorários Médicos (CEHM), ou não honram acordo, ou ainda insistem em propostas irrisórias, em desrespeito a médicos e usuários.

No primeiro dia da paralisação, os médicos baianos se reuniram na sede da Associação Baiana de Medicina (ABM) e, durante o período da manhã, realizaram uma coletiva de imprensa e um debate sobre Mercantilização da Saúde.

Ao final da paralisação (27/09), os médicos farão nova assembleia para um balanço do movimento, quando também definirão as novas ações para fazer com que os planos valorizem o trabalho médico e a população que é atendida através dos convênios. Ações na Justiça também serão movidas contra os planos que não negociam e que já foram notificados judicialmente.

Fonte: Federação Nacional dos Médicos

 

Noticias Aleatórias