CBR

 

29

setembro

2011

Convocação urgente – 25 de outubro: Dia de Mobilização dos Médicos do SUS

Brasília-DF, 28 de setembro de 2011.

Caro (a) colega,

A Comissão Nacional Pró-SUS (AMB, CFM e Fenam) convoca as entidades e lideranças para a mobilização dos médicos do sistema público de saúde, no próximo dia 25 de outubro. Após a grande repercussão do movimento por melhores honorários na saúde suplementar, em 7 de abril e 21 de setembro, chegou a hora de também expor para a sociedade a situação dos médicos do SUS. Na última reunião ampliada da Pró-SUS, em Brasília, dia 27 de setembro, foram definidos os seguintes eixos norteadores da mobilização de 25 de outubro:

1. Os pontos balizadores nacionais do dia 25 de outubro são: Mais recursos para saúde; Melhor remuneração no SUS. Melhor assistência à população. Alem disso, os desdobramentos como PCCV , concurso público, carreira de estado e tabela SUS ( CBHPM no SUS ) .

2. Caberá aos Estados e municípios definir as ações locais para a mobilização do dia 25 de outubro, considerando inclusive que a realidade dos médicos do SUS é heterogênea.

3. A Comissão Nacional Pró-SUS recomenda a reunião de Comissões Estaduais de mobilização e organização das atividades do dia 25 de outubro, compostas pelas Associações Médicas, Conselhos Regionais de Medicina, Sindicatos Médicos e Sociedades de Especialidades Médicas;

4. Divulgação, desde já, para os médicos e população, em todos os veículos disponíveis (jornais, revistas, portais, newsletter, redes sociais e outros), da mobilização do dia 25 de outubro.

5. Organização, no dia 25 de outubro, a critério das entidades médicas locais e estaduais, de paralisações, atos públicos, passeatas, fiscalizações em serviços caóticos, coletivas de imprensa, audiências em Comissões de Saúde de Câmaras Municipais e Assembléias Legislativas, e plenárias de médicos que atuam no SUS. Nessas atividades, podem ser envolvidos o Ministério Público, Conselhos Municipais e Estaduais de Saúde, parlamentares, movimentos de usuários e pacientes, dentre outros parceiros do movimento médico.

6. Articulação com entidades representativas, diretores clínicos e diretores técnicos de hospitais e Santas Casas, visando a adesão e participação dos estabelecimentos na mobilização dos médicos do dia 25 de outubro, tendo em vista as reivindicações comuns dos prestadores.

7. Comunicação aos gestores locais do SUS das atividades previstas pelo movimento médico no dia 25 de outubro.

8. Envio à Pró-SUS de informações sobre a situação de remuneração e condições de trabalho dos médicos, problemas da gestão e da assistência oferecida à população na rede pública. Solicitamos que sejam definidos pelas entidades médicas os piores serviços ou hospitais públicos de cada Estado, com descrição das principais mazelas. Tais dados são fundamentais para a produção de “dossiê” de divulgação nacional.

9. Envio à Comisão Nacional Pró-SUS, até o dia 11 de outubro, de informes sobre as ações e atividades de mobilização previstas.

Em breve a Pró-Sus enviará às entidades novos informes, conteúdos e materiais de divulgação sobre o dia 25 de outubro.

O sucesso da mobilização no dia 25 de outubro é fundamental para dar visibilidade à precariedade da situação dos médicos do SUS e demonstrar para a sociedade o compromisso da classe médica com a construção de um sistema público de qualidade e acessível a todos.

Pedimos, portanto, o máximo envolvimento e colaboração de sua entidade.

Atenciosamente,

AMB, CFM e Fenam

Noticias Aleatórias