CBR

 

05

outubro

2011

Angiologia e Cirurgia Vascular paralisam atendimento em São Paulo

Dando continuidade ao movimento da Comissão Estadual de Mobilização Médica para a Saúde Suplementar iniciado em setembro, a Angiologia e a Cirurgia Vascular serão as primeiras especialidades médicas a paralisar o atendimento eletivo aos planos de saúde no mês de outubro.
 
Entre os dias 4 e 5 de outubro, estes especialistas não atenderão os pacientes das empresas Ameplan, Golden Cross, Green Line, Intermédica, Notre Dame, Prosaúde, Blue Life, Dix Amico, Medial, GEAP e Volkswagen. Estes são os planos de saúde que ainda não atingiram o patamar de R$ 50 para a consulta.
 
A pauta de reivindicações do movimento estadual inclui: consulta a R$ 80,00 e procedimentos atualizados de acordo com a Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos (CBHPM), inserção do índice de reajuste anual nos contratos entre médicos e empresas e fim das interferências sobre a autonomia do médico.
 
“Os médicos não podem mais aceitar a maneira como estão sendo tratados pelos planos de saúde. A remuneração é baixa e, muitas vezes, os profissionais são obrigados a se filiar, pois não há opção. A situação é extremamente difícil: as empresas dão as cartas e os médicos são peças secundárias”, afirma o presidente da Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular – Regional São Paulo (SBACV-SP), Calógero Presti.
 
O diretor de Previdência e Mutualismo da Associação Paulista de Medicina (APM) e ex-secretário da Saúde de Araçatuba, Alfredo de Freitas Santos Filho, acrescenta que as pessoas chegam a duvidar dos honorários pagos aos especialistas, de tão baixos. Ele exemplifica: um cirurgião vascular recebe, em média, R$ 548 pelo tratamento cirúrgico de dois membros com varizes.
 
Em setembro, paralisaram o atendimento a Ginecologia e Obstetrícia, Otorrinolaringologia, Pediatria, Cardiologia, Ortopedia e Traumatologia, Pneumologia e Tisiologia e Cirurgia Plástica. Além disso, desde o início, a Anestesiologia acompanha todas as especialidades cirúrgicas na suspensão do atendimento, o que também passou a ser feito pela Anatomia Patológica em meados do mês.
 
Rodízio de paralisação por especialidades:
04 e 05 de outubro: Angiologia e Cirurgia Vascular
13 e 14 de outubro: Acupuntura
19 e 20 de outubro: Endocrinologia e Metabologia
25 e 26 de outubro: Cirurgia de Cabeça e Pescoço

Fonte: APM

Noticias Aleatórias