CBR

 

19

março

2014

Protesto contra planos de saúde une médicos, dentistas e fisioterapeutas

dia_mundial_saude

Foto: IstoÉ

O Estado de São Paulo terá um grande protesto contra os planos e seguros saúde em 7 de abril. Pela primeira vez, três categorias profissionais estarão unidas para reivindicar o acesso pleno à assistência para os pacientes e a valorização do trabalho dos prestadores de serviço. Fisioterapeutas e cirurgiões-dentistas cerrarão fileira com a classe médica, que suspenderá o atendimento eletivo por 24 horas.

Desde já, os médicos estão antecipando os atendimentos de suas agendas para suspender a prestação de serviços aos planos de saúde em 7 de abril. Na data será realizada somente a assistência em urgência e emergência.

A ideia da classe é responder adequadamente às demandas de todos os pacientes, que, aliás, são tão vitimas de operadoras quanto os próprios profissionais de medicina.

Na sexta-feira, anterior ao protesto, dia 4 de abril, será realizada uma coletiva à imprensa na Associação Paulista de Medicina, para comunicar a jornalistas e à sociedade detalhes de como será a suspensão do atendimento por todo o estado.

White Blocks

Em uma ação de cidadania, os médicos aproveitarão a suspensão do atendimento em 7 de abril e promoverão uma campanha de doação sangue. Um posto de coleta funcionará das 9h às 12h na sede da Associação Paulista de Medicina (Avenida Brigadeiro Luis Antonio, 278), para receber sangue.

Os fisioterapeutas e cirurgiões-dentistas também participarão da iniciativa, que, aliás, é extensiva à toda a comunidade.

Fonte: APM

Noticias Aleatórias