Brasileira, membro do CBR, tomará posse como presidente-eleita da World Federation for Ultrasound in Medicine and Biology (WFUMB) em setembro

A Dra. Maria Cristina Chammas, diretora do Serviço de Ultrassonografia do InRad – HCFMUSP que, atualmente é vice-presidente 2 da WFUMB, tomará posse como presidente-eleita juntamente com o novo board da instituição no dia 6 de setembro, durante o Congresso Mundial de Ultrassonografia, que ocorrerá em Melbourne, na Austrália.

A decisão dos novos membros do comitê executivo da WFUMB foi tomada em dezembro de 2018. Normalmente há uma eleição com, no mínimo, dois candidatos disputando o cargo, uma vez que são seis federadas representando os continentes e cada uma pode propor o seu candidato. “Nem sempre há um consenso. Teoricamente há um rodízio, mas isso não é uma norma. Dessa vez, todas as federadas apoiaram a minha eleição, então não houve disputa, fui eleita por unanimidade, o que me deixou bastante honrada”, conta Dra. Maria Cristina.

Durante o evento na Austrália haverá uma assembleia, que marcará a posse do novo board. Em 2021 a Dra. Maria Cristina assumirá como presidente, quando a cerimônia ocorrerá na Romênia, país sede do Congresso Mundial de Ultrassonografia. Sua gestão terá a duração e dois anos, terminando em 2023.

De acordo com a futura presidente, o trabalho de um líder mundial da Ultrassonografia é congregar os médicos das diversas especialidades que utilizam o método como ferramenta diagnóstica e para orientar procedimentos. “Assim unidos, atuamos para defender, por meio da educação, a melhor prática do seu uso e viabilizar, além da educação, o acesso à Ultrassonografia de qualidade em diversas áreas remotas, pobres e em desenvolvimento do planeta. Nessas regiões, com dificuldade de acesso aos métodos diagnósticos por imagem mais caros, a Ultrassonografia pode representar uma excelente e, muitas vezes, a única opção de diagnóstico por imagem”, afirma.

A Dra. Maria Cristina Chammas reforça a presença brasileira à frente da WFUMB, que já contou com o Prof. Dr. Giovanni Guido Cerri como presidente de 2006 a 2009. “O sentimento é de grande responsabilidade e, com relação a ser a primeira mulher, acredito que não deveria ser um destaque pois, como sabemos, as mulheres têm capacidade intelectual e de liderança igual aos indivíduos do sexo masculino, portanto é um cargo que já deveria ter sido ocupado por mulheres antes. No entanto, dentro do contexto histórico-cultural, que não se limita ao Brasil e nem à América Latina, observamos o empoderamento feminino no âmbito global e, nesse sentido, me sinto honrada em contribuir e fazer parte desse processo. Fico muito lisonjeada em poder ser uma faísca de inspiração para gerações mais novas de mulheres, estimulando-as a ocupar postos de liderança. Sempre enfatizo que, quando há oportunidade por mérito e competência, as mulheres devem assumir esses cargos, assim como os homens, e deixarem de ser como até agora ocorreu, uma figura periférica nessa cadeia. Só posso agradecer aos meus pares por me apoiarem nessa empreitada, em especial ao Prof. Giovanni Cerri, que sempre valorizou e estimulou as mulheres à sua volta a exercerem esse papel”, conclui.

Na foto, a Dra. Maria Cristina Chammas durante o Congresso da Flaus. Do seu lado esquerdo estão a Dolores Bustelo (presidente da SRP), Denise Martineli, Antônio Carlos Matteoni da Athayde (ex-presidente do CBR) e, ao lado direto, Dr. Alair Sarmet Santos (presidente do CBR) e Dr. Peter Françolin (membro da CEAR)

Tag: , , , , , , , , ,
Avatar

Escrito por

Gabriela

6 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

pt_BRPortuguês do Brasil
en_USEnglish es_ESEspañol pt_BRPortuguês do Brasil
Menu