fbpx

CBR 17: Saiba como foi o último dia do evento em Curitiba

Neste sábado, terceiro e último dia do XLVI Congresso Brasileiro de Radiologia (CBR 17), em Curitiba (PR), a interatividade foi carro chefe das atividades desenvolvidas nas salas temáticas. Entre palestras aconteceram discussões de casos, demonstrações práticas, sessões de estudo de imagens, cursos, além do resultado do Concurso de Fotografia e da Maratona de Residentes em Diagnóstico por Imagem. Era nítida a agitação do público, que queria aproveitar cada último instante possível cercado pelos mais brilhantes profissionais da Radiologia no Brasil e pelos renomados professores internacionais convidados.

Um dos destaques foi o Curso de Assistência à Vida em Radiologia (AVR), que ocorreu nos três dias de evento. Ministrado principalmente pela coordenadora da atividade, Dra. Adonis Manzella, de Pernambuco, o curso reuniu desde residentes até os profissionais mais experientes.

O objetivo era tanto atualizar os profissionais da área sobre as diretrizes e padrões internacionais e riscos dos meios de contraste como também prepará-los para o caso de uma emergência, com atividades práticas de suporte básico, vias aéreas e avançado. Dra. Adonis parabeniza o evento e acredita ser fundamental o fator “itinerância” do CBR. “É importante para dar oportunidade às pessoas da região, com menos flexibilidade de deslocamentos, participarem, e é sempre uma honra para a cidade receber um congresso brasileiro, seja ele de qual especialidade for”, reforça a radiologista pernambucana.

Outro ponto alto foi o Curso Baseado em Casos, que apresentou casos diversos dentro de temas trazidos pelos professores. Coordenado pela Dra. Luciana Costa, de Minas Gerais, as atividades renderam muitas discussões. Dr. Rubens Chojniak, coordenador da Comissão de Ensino, Residência e Aperfeiçoamento do CBR, foi um dos professores convidados para o curso, veio de São Paulo para mostrar imagens colecionadas de sua ampla vivência na área de Oncologia, que eram votadas por meio do aplicativo do CBR no celular em tempo real. O espaço promoveu um verdadeiro “quiz radiológico”.

É claro que também aconteceram palestras em outros idiomas dos tão aguardados convidados internacionais do CBR 17. Um deles, espanhol que vive em Dallas (Texas), nos Estados Unidos, Dr. Ivan Pedrosa, saiu de sua primeira palestra do dia no módulo de Medicina Interna contente com a resposta do público. Além de duas aulas, também participou da sessão de debates de casos ao final da tarde, uma das últimas atividades do evento. “É uma honra ver que as pessoas acordaram cedo na manhã de um sábado para assistir à minha palestra”, alegra-se o espanhol.

Pela primeira vez no CBR, também fez questão de elogiar os colegas que conheceu durante o evento e acredita na importância da inclusão dos residentes nas atividades que foram desenvolvidas. “São ótimos médicos, e é muito bom que haja tempo para mostrar trabalhos de residentes entre as aulas de profissionais experientes. Eu gosto disso”, conta o europeu.

A sala Ultrassonografia em Ginecologia e Obstetrícia/Medicina Fetal apresentou, durante todos os dias, um dos maiores índices de comparecimento do evento. Na sala onde foi realizado o módulo, também havia um ambiente privado com transmissão ao vivo em telão para a execução de procedimentos durante as aulas, em tempo real. Com um microfone de lapela, os médicos experientes puderam mostrar e ensinar, na prática, como fazem seus exames.

Victor Bonduki, especialista no assunto, foi um dos ocupantes desta tecnologia, e acredita que já virou tendência. “É muito interessante, isso já deve estar sendo feito em todo lugar”, comenta, “a sala esteve lotada durante toda a aula prática”, comemora.

Participantes da Maratona Brasileira de Residentes

A 2ª Maratona Brasileira de Residentes em Radiologia e Diagnóstico por Imagem, competição de conhecimentos radiológicos, repetiu o grande sucesso do ano passado, com mais de 20 equipes de diferentes serviços de residência e aperfeiçoamento do país. Impressionou a concentração dos participantes durante a análise de cada uma das 43 imagens.

A equipe vencedora foi formada pelos doutores Gabrielle Castanho, Gláucia Michelis e Katsumi Junior, todos R3 da Universidade Federal do Paraná, em Curitiba. Eles confessaram que estavam com grandes expectativas de vencer a prova e não contiveram a emoção após o anúncio do resultado. Os três ganharam passagens aéreas, hospedagem e inscrição para o Encontro Anual da American Roentgen Ray Society (ARRS), em Washington, D.C., nos Estados Unidos, de 22 a 27 de abril de 2018.

1ª colocda do Concurso de Fotografia: Paixão de menino

2ª colocda do Concurso de Fotografia: Vida dentro da vida

Uma das novidades do evento este ano, o Concurso de Fotografia premiou a Dra. Alessandra Rovaris, com a foto Paixão de menino, e o Dr. Carlos Roberto Junior, com Vida dentro da vida, primeiro e segundo colocados respectivamente. As dez imagens finalistas estiveram expostas no evento, e a votação foi feita por meio do aplicativo do CBR 17.

Com o sucesso do evento, os radiologistas do país já anseiam pela próxima edição, que acontecerá no ano que vem, de 11 a 13 de outubro, no hotel Windsor Oceânico, no Rio de Janeiro (RJ).

Tag: , , , , , , , ,

Escrito por

Thiago Braga

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

pt_BRPortuguês do Brasil