2022-09-30 15:59:57 - 16

Comunicação de risco e benefício dos exames radiológicos em pediatria em pauta

Como melhorar o diálogo entre equipe técnica e paciente? O que os pais precisam saber? Grandes especialistas internacionais apresentaram uma série de recomendações sobre Comunicação de risco e benefício dos exames radiológicos em pediatria em webinar realizado pela Comissão de Proteção Radiológica do Colégio, com participações da SBP, ABFM, SLARP, Latin Safe, Image Gently e Comissão Internacional de Proteção Radiológica

exames radiológicos em pediatria radiologia pediátrica

O Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem (CBR) promoveu webinar com o tema “Comunicação de risco e benefício dos exames radiológicos em pediatria”, na noite de 26 de setembro. Realizado pela Comissão de Proteção Radiológica (CPR) do Colégio, o seminário online contou com palestras de três grandes nomes da especialidade no mundo: Dr. Donald Frush, presidente do Image Gently, radiologista pediátrico da Duke University (EUA); Dra. Kimberly Applegate, radiologista pediátrica, presidente do 3 Comitê de Medicina da Comissão internacional de Proteção Radiológica; e Manuel Duarte Lobo, tecnólogo, presidente da Associação Portuguesa de Imagiologia Médica e Radioterapia (APMIR).

Os especialistas apresentaram uma série de recomendações sobre comunicação de risco e benefício dos exames radiológicos em pediatria. “Qualquer tipo de conversa que envolva risco, nós temos que estar informados, ser sensíveis e buscar um engajamento com o interlocutor. É preciso saber do que você fala, entender o que estão perguntando, questionar se os pais, cuidadores, têm mais perguntas”, recomendou o Dr. Donald Frush.

Os médicos abordaram imagens e estatísticas que mostram como a radiação é geralmente apresentada de forma negativa nos meios de comunicação, das bombas nucleares, as tragédias de Fukushima e Chernobyl, às transformações dos super-heróis na ficção; e fizeram recomendações de como dialogar com pacientes e familiares a fim de quebrar a resistência aos exames radiológicos.

“Os exames radiológicos protegem as crianças”, destacou a Dra. Kimberly Applegate. “No ambiente complexo da área médica de hoje, a colaboração é um ponto chave. É importante ampliar a comunicação entre todos os envolvidos, garantindo que fornecemos o melhor cuidado, a melhor assistência, o que inclui a ética e o melhor resultado possível para as crianças, sendo transparentes, fomentando uma atitude questionadora do paciente, pedindo perguntas e dando respostas em uma linguagem que seja compreensível”, completou.

Informação é a chave

Manuel Duarte Lobo ressaltou a importância de disponibilizar materiais informativos com esclarecimentos a pacientes e parentes sobre os exames radiológicos. “O aconselhável é que não sejam informações extremamente técnicas, mas para tranquilizá-los dos benefícios [do exame], que, se o médico prescreveu, é porque há suspeitas clínicas e aquele exame é mesmo necessário”. O tecnólogo português defendeu ainda ações junto à comunidade, como artigos em jornais e outras ações de esclarecimento na mídia, para quebrar possíveis barreiras aos exames radiológicos.

A radiologista pediátrica Dolores Bustelo, presidente da Sociedade de Radiologia e Diagnóstico por Imagem do Paraná (SRP) e coordenadora de Radiologia Pediátrica na Comissão Científica do CBR, comentou uma estatística de estudo apresentado pelo Dr. Donald Frush que aponta que apenas 3% das informações nas mídias sociais falavam bem da radiação: “Na verdade, o que as pessoas precisam realmente ver e reconhecer é que os exames de imagem que utilizam radiação ionizante salvam vidas”, ressaltou.

A Dra. Tatiana Fazecas, presidente da Sociedade Latino-Americana de Radiologia Pediátrica (SLARP) e membro da Comissão Científica do CBR, falou sobre ações realizadas pela SLARP na área e defendeu que as ações de esclarecimento sobre riscos e benefícios de exames radiológicos devem envolver também o médico prescritor. “Esse diálogo tem que ser com todos.”

Conscientização e acolhimento na comunicação de risco e benefício dos exames radiológicos em pediatria

A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) também esteve representada no Webinar CBR. “Os exames de imagem são importantes para nos ajudar no diagnóstico, orientar o melhor tratamento, clínico ou cirúrgico, para os pacientes, mas a gente sabe dos riscos que a radiação ionizante traz para os nossos pacientes. Por isso, é fundamental que exista uma conscientização dos médicos com relação à indicação do exame, à técnica que vai ser realizada, e ao acolhimento da criança, porque a gente sabe que muitas vezes a criança é levada para um ambiente em que ela sente medo, um ambiente hostil para ela, o que pode fazer com que o exame tenha que ser feito duas, três, quatro vezes”, afirmou o Dr. Victor Horácio de Souza Costa Junior, presidente da Sociedade Paranaense de Pediatria (SPP), que representou a SBP no seminário online do CBR.

Ex-presidente do CBR, presidente do Conselho Consultivo e membro da Comissão de Proteção Radiológica do Colégio, o Dr. Alair Santos destacou a importância do Webinar. “O tema foi bem abordado, cada vez mais nós temos que fazer integração com os pediatras para a gente poder disseminar esse conhecimento. Precisamos não assustar os pacientes, os pais. Precisamos mostrar a importância da radiologia.”

Dra. Mônica Bernardo, coordenadora da Comissão de Proteção Radiológica do CBR mencionou que Colégio dará andamento a ações educativas sobre o tema.

Também participaram do seminário online Marcel Zago Botelho, presidente da Associação Brasileira de Física Médica (ABFM) e membro da Comissão de Proteção Radiológica do CBR, destacando a relevância da integração; e a Dra. Marta Oyela, presidente do Latin Safe, a qual mencionou a criação de comitês específicos para as diversas abordagens na América Latina. O CBR reforça ações conjuntas com demais sociedades para melhorias na assistência ao paciente.

O Webinar CBR está disponível na íntegra, com áudio original ou dublado em português, no canal oficial do CBR no YouTube.

en_USEnglish