Programa “Professor Visitante CBR” promove o intercâmbio de conhecimentos e experiências em diversos locais do Brasil

Destaque durante o primeiro semestre de 2019 somando três edições, o Programa “Professor Visitante CBR”, lançado no ano passado durante as comemorações dos 70 anos da entidade, é uma das mais importantes iniciativas educativas do CBR e tem como objetivo promover o intercâmbio de conhecimentos e experiências a partir da visita de um professor para atividades educativas em programas de residência e aperfeiçoamento por todo o Brasil.

A primeira edição do programa ocorreu em fevereiro, na cidade de Recife (PE), com o prof. Dr. Manoel Rocha, do Departamento de Radiologia e Oncologia da Faculdade de Medicina da USP, que visitou o Hospital da Restauração, na capital pernambucana. Com aulas teóricas e discussões de casos, foi abordado em seu programa temas como adenocarcinoma de pâncreas, lesões císticas pancreáticas, lesões císticas das vias biliares e critérios de ressecabilidade dos colangiocarcinomas. O Dr. Manoel Rocha também esteve em Maceió (AL), no Hospital Arthur Ramos.

“O programa ‘Professor Visitante CBR’ coloca professores experientes em contato direto com médicos residentes. O aprendizado se faz de diversas formas. Precisamos ler artigos, buscar referências em livros, mas uma das formas mais interessantes é o contato direto com os mais experientes. Essa é uma característica presente em todas as profissões. Mesmo serviços com grande número de assistentes e preceptores podem se beneficiar de receber um Professor Visitante. É sempre bom ouvir uma pessoa de outro serviço que pode ter uma abordagem diferente. Embora voltado para os residentes, o programa possibilita também que o Professor Visitante discuta com os médicos do serviço, numa enriquecedora troca de conhecimentos”, destaca Dr. Manoel.

Já no mês de maio foi a vez da Faculdade de Medicina do Triângulo Mineiro, em Uberaba (MG), receber o “Professor Visitante CBR” com a Profa. Dra. Tatiana Fazecas, que proporcionou aulas teóricas e discussões de casos com os residentes na área de Pediatria.

“Minha experiência foi ótima e a troca de experiências mútua. Na parte da manhã fiquei no hospital universitário com todos os residentes do serviço realizando exames nos pacientes internados. Procurei demonstrar as peculiaridades da radiologia pediátrica realizando exames mais específicos da especialidade como ultrassonografia transfontanela, do canal medular, transperineal, avaliação de luxação congênita do quadril e do refluxo gastroesofágico. Além disso, foi possível discutir alguns casos de tomografia que os próprios residentes já haviam separado e mostrar alguns casos de arquivo complementando as informações de casos previamente discutidos. Os residentes demonstraram muito interesse em aprender técnicas novas e em observar maneiras diferentes de realizar os procedimentos que já conheciam”, relembra Dra. Tatiana.

Na parte da tarde, um auditório foi disponibilizado para que outros radiologistas e colegas de outras especialidades pudessem participar. Quatro temas mais amplos foram escolhidos, como Tuberculose da infância; indicações e técnicas na tomografia de tórax; má formação do trato urinário e infecção urinária; e avaliação por imagem do aparelho digestório. Após cada tema os participantes puderam fazer perguntas, proporcionando excelente interação.

“Ser um ‘Professor Visitante CBR’ é muito mais que levar o conhecimento de uma subespecialidade, é uma experiência enriquecedora tanto para o professor quanto para o aluno. Não há somente troca de conhecimentos, mas sim de realidades distintas que se complementam”, complementa Dra. Tatiana.

Para o Dr. Luis Ronan Luis Ronan Marquez Ferreira de Souza, responsável pelo Programa de Residência da Faculdade de Medicina do Triângulo Mineiro que recebeu o programa, reforçou a contribuição da visita. “Foi transformador. Receber a visita da Dra. Tatiana com tamanha disposição e carisma para compartilhar conhecimento contribuiu para preencher uma lacuna que tínhamos na residência. Por isso organizamos as atividades para que o residente ficasse o dia todo, aproveitando as discussões de casos, as atividades práticas e toda troca que o programa proporcionou”, afirma.

Outra edição de sucesso do programa foi na Santa Casa de Misericórdia de Maceió, com o Prof. Dr. Valdair Muglia ministrando aulas na área de imagem abdominal com enfoque nas patologias geniturinárias. “Encontrei um grupo extremamente motivado e focado nas atividades didáticas, tanto nas aulas como na discussão de casos. Pude constatar o elevado nível dos preceptores do Serviço da Santa Casa de Maceió e seu empenho em conseguir mais atividades de ensino. Todos estavam liberados para participar intensamente nas atividades e demonstraram interesse muito grande pelas atividades, com nível de interação elevado, em um ambiente bastante informal”, conta Dr. Valdair.

O programa “Professor Visitante CBR” surgiu da necessidade de oferecer aos centros de formação de radiologistas uma maneira de suprir eventuais lacunas pontuais em seus programas de residência médica. “Esta é mais uma das iniciativas do Colégio com foco nas atividades de ensino. Nasceu a partir de uma demanda muito clara de várias sociedades estaduais filiadas, que o CBR se esforça para atender, sem esquecer das outras atividades essenciais como a defesa profissional. Após um semestre de eventos do ‘Programa Professor Visitante CBR’, podemos dizer que a iniciativa está atingindo plenamente seus objetivos”, conclui Dr. Valdair que, atualmente, é também o diretor científico da instituição.

Para mais detalhes sobre como se inscrever para o Programa “Professor Visitante CBR” acesse https://cbr.org.br/programa-professor-visitante-cbr/

Escrito por

Gabriela

1 Comentário

Deixe seu comentário